Quarta-feira, 17 de Maio de 2006

Cherries 800 - Honeydew Blue

 

Os Japoneses Cherries 800 fazem pop. Uma pop candida e melódica, que por vezes faz lembrar uns stereolab ou uns Belle and Sebastian.
A electrónica desempenha no trabalho deles uma função importante na criação das paisagens sonoras etéreas e aprazíveis. O tema Honeydew Blue é exactamente como o nome indica, uma gota de mel triste. Confiram no gira discos.
publicado por astropastor às 22:37
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Maio de 2006

Swinging Popsicle - Satetsu no Tou

 

Ora aqui está um caso de pop descarada. Estes Swinging Popsicle, têm em Satetsu no Tou, um tema descontraído, bem suportado por uma composição sólida descomprometida e leve, mas extremamente bem executada e produzida. A vocalista cumpre o seu papel, sendo dona de uma voz afinadinha e suave, que se cola à música numa simbiose quase perfeita. Enfim, o tema não é nenhuma obra-prima e por vazes parece que estamos a ouvir uma daquelas bandas de rock pop das universidades americanas, o que não abona nada em seu favor. No entanto é um daqueles temas bem conseguidos, tendo em conta o género. Para escutar, no gira discos, quando se sentirem "teens" e com o mundo aos vossos pés.
 
Ouvido no Obscure Sound.
publicado por astropastor às 21:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Maio de 2006

Yoshinori Sunahara - Theme From Take Off

 

Yoshinori Sunahara foi em tempos um membro do respeitado grupo de techno japonês “Denki Groove”, dos quais não conheço absolutamente nada. Mesmo assim arrisco-me a dizer que foi em boa hora, que este exímio e inventivo produtor resolveu começar a trabalhar a solo. Ao ouvir o trabalho dele recordo-me imediatamente do seu conterrâneo “Towa Tei”, outro mago da produção, que adora brincar ao “corta e cose” com a cultura popular moderna. No entanto neste trabalho de 1999 Sunahara aproximou-se e bem de uma corrente em voga na altura. A revisitação do espectro kitsh do anos 70, das bossas novas e das grandiloquentes e exuberantes orquestrações que ilustraram o cinema da época. Pan Am: The Sounds of 70's, o albúm em questão merece o nosso aplauso pela missão bem sucedida de nos fazer levantar voo rumo ao passado.
No gira discos, "Theme From Take Off".
publicado por astropastor às 01:19
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Maio de 2006

Sherbets - Fukurou

 

Os sherbets são de longe a melhor banda Japonesa que já encontrei. Aliás, o álbum deles, “Natural” soa tão bem, que era um crime não o aconselhar aqui.
Melodias delicadas, envoltas num rock da escola dos anos 90, que os afastam da nova vaga de bandas de rock, que se desfazem em tentativas de criar o “novo” som, conseguindo com isso criar um subgénero de fotocópias musicais que não são mais do que meros exercícios de estética visual e pouca substância musical. Com os Sherbets, encontrei algo, que já não via há muito uma banda explorar. Canções com sentimento.
Temas para pôr aqui em escuta no blog podiam ser muitos. Existem uns 3 ou 4 que davam excelentes singles. Opto pela “Fukurou” pela ambiência que consegue criar, começando num lamento sussurrado, que é amparado pela guitarra e pormenores subtis de produção até ao seu momento mais emotivo. A não perder, ponham o disco a tocar imediatamente.
publicado por astropastor às 22:06
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Maio de 2006

Daigo Stardust - Eien No Space Cowboy

 

Ok o blog era para ser escrito em Inglês, mas com a borracheira com que já estou nem em Português vai sair bem, por isso vai mesmo na língua mãe.
Daigo Stardust, esse animal da pop japonesa é um indivíduo muito talentoso. Entre guinchos, guitarradas épicas, teclados exuberantes, lá sai o glam rock que é o seu cartão de visita. Não sei quando nem porquê é que me comecei interessar pela música japonesa, mas aconteceu e o primeiro artista que me apareceu pela frente foi o senhor Daigo. Ora nada melhor para mim, um fã de Manic Street Preachers e Mansun, embaixadores do glam britânico, encontrar alguém como Daigo Stardust, um ou uma drama queen, que faz de cada tema uma catarse sonora trágica.
O tema Eien No space Cowboy, do primeiro álbum de Daigo, não podia estar mais longe da música ocidental. Com uma estética bastante oriental, Daigo reinventa o glam rock e adapta-o à sua realidade. Parece-me obvio que este senhor estudou bem os seus professores e surgiu com um resultado final bastante inventivo, que com certeza agradará aos fãs do género, ou talvez não. É por essas e por outras que vos dou a oportunidade de ouvirem o tema e darem a vossa opinião. Relinchem qualquer coisa se faz favor. Perdoem alguma incongruência, mas já visteis as horas?    
publicado por astropastor às 03:20
link do post | comentar | favorito
|


.tags

. todas as tags

.nippop

.podcasts

rádio zero/Moshi Moshi

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006